Criminoso mais procurado da Paraíba é preso pela PF em São Paulo

A Polícia Federal prendeu, na tarde desse domingo (27), em Campinas, São Paulo, Antônio Arcênio de Andrade Neto, um dos criminosos mais procurados da Paraíba. Conhecido como ‘De menor’, ele era um dos 92 homens que fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes (PB1), localizada em João Pessoa, em setembro de 2018.

Antônio Arcênio de Andrade Neto estava em um condomínio de luxo em Campinas-SP. De acordo com o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, o criminoso tem envolvimento em ataques a bancos e carros-fortes. Ele foi preso em 2018 após trocar tiros com a polícia no município de Lucena, Região Metropolitana de João Pessoa.

A quadrilha da qual Antônio Arcênio faz parte foi responsável pelo ataque que resultou na maior fuga de presos da história da Paraíba. Na ação, ao menos 20 homens fortemente armados invadiram o PB1 e detonaram explosivos para derrubar o portão principal. As investigações apontaram que o objetivo principal era libertar Romário Gomes Silveira, chefe da quadrilha de ataques a bancos, mas outras dezenas de presos também acabaram fugindo.

Devido ao seu alto grau de periculosidade, Antônio Arcênio deverá ser levado para uma das unidades prisionais federais do país.

 

Com Portal Correio

Foto: Reprodução TV Correio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.